Pesquisa mostra que TV por assinatura estagnou e Brasil foi quem mais perdeu assinantes

Pesquisa mostra que TV por assinatura estagnou e Brasil foi quem mais perdeu assinantes
5 (100%) 3 votos

Pesquisa da Dataxis mostrou que o crescimento da TV por assinatura na América Latina estagnou, com o número de subs no final do primeiro trimestre de 2018 caindo para 71,4 milhões de assinantes, uma queda de 0,1% em relação ao trimestre anterior.

Venezuela, Brasil e México foram os mercados que registraram a maior perda de assinantes no trimestre, enquanto em termos de empresas líderes, a América Móvil continuou sendo o principal grupo de TV paga na região em termos de clientes.


Embora a América Móvil tenha reivindicado 19,2% dos assinantes, seu domínio diminuiu devido à proporção de usuários brasileiros em seu portfólio. A DirecTV, da AT & T, foi a segunda operadora medida para os assinantes, mas a maior em termos de receita. A Televisa fechou o pódio com uma boa massa de assinantes, mas com um ARPU muito baixo.

Por plataforma, embora o DTH tenha atingido 48,7% dos assinantes, foi a opção tecnológica mais afetada pela redução da base de assinantes. Enquanto isso, Dataxis encontrou cabo e IPTV exibindo algum progresso.